RECUPERAÇÃO

Salve Deus!

 

Buscando respostas, eu entrei numa casa de recuperação de menores infratores.

 

Vamos assim dizer, havia neste prédio um depósito de gente que misturados formavam um pequeno exercito de espíritos sem procedência. Ao chegar em frente eu fui entrando, pois era um local de fácil acesso, e não tinha guardiões tomando conta da entrada. Passei pela sala de registros, avaliação do caráter de cada jovem, um procedimento para diferenciar os crimes e não misturarem com os mais perigosos. Havia policias dando depoimentos sobre quem eram que estavam chegando, fazendo a ficha.

 

Eu fui para dentro. Havia um longo corredor, de um lado pequenas janelas que circulava o ar de fora e do outro as celas. Fiquei parado olhando e com receios, pois era muito negativo, muito ruim. Dava calafrios e me arrepiava por inteiro. Deis uns três passos e parei de novo, pois havia um zumbido preso ali. De repente as coisas começaram se modificar, os espíritos foram saindo das paredes, pareciam encalacrados em tudo. As celas pareceram se abrir e aquela massa de fumaça cinza escura vieram em minha direção.

 

Era muitos espíritos ainda presos neste mundo sofrido de dor e desespero. A dor realmente estava ali, havia ranger de dentes, havia gritos e gemidos, havia mutilação. Quando eu vi aquela cena fechei meus olhos e subi. Ao subir tudo escureceu, o céu ficou como a noite sem luar. Fui tão alto que ao olhar para baixo havia somente uma réstia de luz naquele lugar. As luzes de lâmpadas acesas no meio do lusco fusco.

 

Recuperação dos vivos é um trabalho difícil, agora, recuperação dos espíritos é mais trabalhoso ainda. Sei que a nossa missão é recuperar estes mortinhos que ainda perambulam pela terra em busca de mais vitimas e aumentando seu rastro de incompreensão. Por isso muitos trabalhos nos foram deixados pela clarividente, todos tem um motivo de invocação das forças que nos atendem. Ser um missionário não é somente carregar seu uniforme no corpo, mas ter amor incondicional pelas vitimas da sociedade perdida em seus conflitos.

 

Quantos ali praticaram crimes que despertou a justiça da terra. Quantos ali, após a primeira reclusão, foram aliciados pelo destino aumentando suas revoltas. Quem é quem nesta trajetória, porque hoje é doutor e ontem foi quem. As reencarnações deveriam ser mais estudadas para se poder entender a força de uma caneta.

 

Neste centro de atendimento que eu fui conhecer os jovens que variavam de idade até completar dezoito anos terrestres, eram espíritos que já foram banidos de outras famílias, de outros lares, estavam à deriva pelo mesmo motivo, não tinham esclarecimento da verdade. O estado tomou as rédeas guardando seus corpos físicos e não seus espíritos.

 

De cima, de onde eu estava, dava pra ver a revolta tomando conta do pavilhão. Uma nuvem escura se levantava, mas outra, branca, descia. Estava havendo uma manifestação contraria, muitos espíritos da cura estavam se movimentando para chegar até lá. Seria um confronto pela necessidade de acalmar. Quando a nuvem branca desceu sobre aqueles espíritos parecia uma névoa que foi se misturando. Naquele momento tudo se fundiu, parecia que a branca havia se tornada escura, mas não, ela foi clareando de dentro para fora. Eu pensei que tudo estava perdido, mas os espíritos de luz têm técnicas precisas e sabem como aplicar.

 

A sensação de morte e sofrimento naquela rebelião deixaria mais vitimas, por isso o céu estava formando seu exército de auxiliadores, porque a vida na terra é uma bênção de Deus. Existe muita coisa ruim para ser evitada se formos pelo caminho do bem.

 

Eu fico estarrecido quando alguns grupos da terra que se dizem revolucionários tentam mudar o ritmo da expressão família, amigos, irmãos, pai e mãe. Grupos de espíritos encarnados obstinados e mal formados em suas culturas de respeito e evolução. O que está havendo é uma deturpação da moral e bons costumes, sim, pois a infiltração de formadores de opiniões negativas está dentro desta sociedade. São homens e mulheres envolvidos pelo mundo negro que hoje levam mensagens de morte, de destruição, de revolta. A fragilidade dos mensageiros do bem os está tornando em maus propagadores da mensagem de Deus.

 

Deus para eles é uma moeda de troca. Veremos então no obscurecer da tarde, homens e mulheres aquecidos pelo manto da cultura ao demônio. A terra começa a perder o seu pendulo e com isso está se afastando do limiar de sua manifestação mediúnica. Todos estes que estão proclamando mudanças de comportamento são médiuns a serviço dos vales negros. Não á evolução sem respeito.

 

Pelo que eu vejo teremos uma missão difícil, conter o avanço destes malfeitores sobre as famílias. Uma família bem estruturada não será afetada, mas uma que já esteja à deriva sofrerá um arrasto, e eu digo, o calabouço não tem fundo. A violência nos imorais trará um despertar dos soldados de Cristo que avançarão com armas em punho para defender seus entes queridos. A terra não será a mesma e o céu se afastará de nós.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

06.10.2017

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

Deixe uma resposta