OPORTUNISMO…

Salve Deus!

 

Existe uma guerra de interesses em nossa missão. Interesses pessoais de mostrar quem é quem, de quem pode mais.

 

Esta noite alguns espíritos vieram me desafiar, contestando a minha missão, dizendo coisas tristes e desafiando a liberdade de pensamento, expressão. Contavam muitas vantagens, diziam coisas desagradáveis, somente para tentar apagar minha chama da vida. Eu olhava para estes irmãos enfermos pela necessidade de mostrar seu autoritarismo e não via neles à luz, mas uma nuvem cinza escura pairando sobre suas auras.

 

A evolução não é para todos. A evolução espiritual não se alastra pelo material. Vejam no caso de nossa Mãe Clarividente que morava numa casinha simples. Ela queria mostrar para todos que riqueza não é para esnobar o pobre, mas a simplicidade do coração ilumina o caminho.

 

Foi então que estes espíritos chegaram aqui com tanta aspereza dizendo coisas que encabulava meu coração. Diziam tantas controvérsias tentando frear a evolução. Evoluir não quer dizer alimentar a euforia de derrotar seu próximo. Antigamente existia aquela vaidade de abrir templos e mais templos. Agora existe outra situação inversa, abrir estrelas e mais estrelas. Lembro bem quando Tia Neiva consagrou a primeira estrela na terra e o trabalho que ela teve no seguimento dela, indo de porta em porta batendo e chamando os mestres para a escalada. O problema não é construir, mas manter todos os dias nos horários certos e com mestres suficientes para o ritual.

 

Se você acha que multidão fará sua evolução, boa sorte. Porque somente na individualidade é que se conquistam os aledás da vida eterna. Se fosse assim muitos mestres com hierarquia não estariam mais vagando em busca do que deixaram para trás, a simplicidade. Pondera o chão sob teus pés e reflita os ensinamentos sobre tua cabeça.

 

Eu fico olhando cada pessoa que cruza meu caminho e nela vejo situações que poderiam ser diferente. Mas cada qual jurou seu destino e cumprindo a sua jornada tentando modificar seu semblante, cria personagens fictícios para demonstrar seu ambiente.

 

Eu me aquietei no canto e deixei eles esnobarem até que foram perdendo suas energias e suas faces foram enrugando. A falta de energia espiritual envelhece o espírito tornando ele um poço seco numa profunda escuridão. Assim me mantive limpo da frequência mental que irradiava ambição. Todos nós temos sonhos de prosperidade, mas quando atingem limites fora do contexto eles travam nosso destino. É uma máquina do tempo que se move no compasso da personalidade transitória.

 

Máquina do tempo. Sabem do que se trata esta transição.

 

Quando menos eu esperava estes mesmos esnobes senhores estavam deitados no chão e se rastejavam como serpentes. Sem energia, sem força, eles se curvaram perante suas ignorâncias mediúnicas da terra. O espiritismo está se confundindo com o materialismo. Ninguém está atravessando sua faixa espiritual em busca da verdade. Esta faixa que atravessa seu físico divide sua personalidade da individualidade. Por isso ela está na diagonal mostrando que existe um grau de conscientização ali, da direita para a esquerda. Seria como terra e céu, físico e espírito. A parte de cima está ligada ao espiritual e a parte debaixo ao material.

 

Eu, um dia, estava aqui no templo e recebi uma lição de amor do Cavaleiro Verde. Ele incorporou e me chamou;

_ Meu filho jaguar, Salve Deus! Tire seus sapatos e pise neste solo sagrado com seus pés descalços e sinta a energia fluir desta terra!

 

Cada dia eu me policio mais e mais não deixando me contaminar pela desumanização que estamos sofrendo. Mesmo sendo espiritistas estamos pendendo somente para o físico material.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

26.09.2017

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

Deixe uma resposta