LUA DE PRATA

Salve Deus!

 

Os princípios da nossa caminhada se baseiam naquilo que podemos ver e o que está além fica somente na admiração do nosso pensamento.

 

Esta noite, há, que noite maravilhosa. Eu tive um presente muito grande de nosso Pai Seta Branca, uma divina lua de prata, e com ela muitos visitantes chegaram para contemplar esta maravilha.

 

Olhando para o templo espiritual, nossa casa de Seta Branca, ele brilhava como se fosse a lua prateada. Era enorme aquela luz em forma de energia e os visitantes eram lobos brancos com cinza prateada. Eles chegaram e foram ficando aqui na área do vale, uns deitados, outros sentados e outros andando. Eles estavam enfeitiçados pela lua que brilhava e parecia aumentar sua projeção. A lua estava somente metade para fora como se estivesse surgindo na linha do horizonte.

 

Os lobos não uivavam, eles respeitavam o lugar que estavam, é um lugar santo. Eu fiquei aqui em cima olhando para eles que não esboçavam medo, mas com respeito eu não os importunei.

 

Mas o que mais me chamou a atenção foi esta lua, a nossa lua, o nosso raio de esperança e amor. Forte e sublime ela destacava seu poder de atravessar o tempo e esclarecer os pedintes que se amontoam nos caminhos em busca da verdade, que nem sempre é a que eles querem ouvir.

 

Eu projeto a força do jaguar neste recanto através da abertura dos portais, mas nem todos podem passar por ele, pois do outro lado se perderiam ou seriam presos em suas tristes insatisfações. O medo de ver, de sentir, de transformar, o medo da eterna dimensão. Quando lá atrás não tínhamos o nosso céu espiritual vivíamos presos em nossas árduas estradas convivendo com o físico, mesmo em espírito, pois o céu espiritual ainda não havia sido criado. Agora, com esta nova dimensão entre a terra e o céu, o círculo espiritual, nós vamos galgando a reestruturação do espírito formando lindos encantos que alegram a nossa alma.

 

A terra deixa de ser tanta terra e o céu recebe os votos de felicidade. Existe em cada um de nós uma chama que cresce, cresce, e vai tomando nossa aura. Ela vai cultivando a integração do espírito com o físico e com isso vai prolongando a existência de Deus em nossos corações.

 

Os lobos continuaram adorando a lua e eu adorando aquela cena de exaltação, de amor a natureza que se debate nas mãos dos seres encarnados. Não existe outra forma de vida neste planeta que não seja como foi planejada por Jesus, o grande mestre. Uns dizem cada coisa que eu fico com um pé atrás, pois o sono cultural é uma casa transitória dos espíritos que sem passar por ali não reencarnam. Não tem como um espírito reencarnar sem estar preparado para chegar ao corpo físico. Já foi tentando muitas vezes pelos cientistas dos vales negros fazer um espírito das trevas sem a bênção de Deus nascer. Conseguiram por alguns segundos sobreviver na terra, mas tão logo morreu.

 

Não diga que são de outras origens, mesmo a nova raça que chegou no grande portal para a nova era tem que passar pelo sono cultural. O corpo físico foi criado obedecendo às diretrizes da terra e se não tiver esta subdivisão não haverá encarnação.

 

Muito amor e responsabilidade com seu mundo.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

16.09.2017

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

Deixe uma resposta