AFRICANISMO

Salve Deus!

 

Africanismo, sim, uma corrente vinda pela atmosfera está chegando a nós. Ela está trazendo fortes sentimentos suspensos na nossa aura e sentidos pelo coração.

 

Esta noite foi de muito trabalho, pois na relação que marca a evolução territorial, estamos propensos a travar mais uma vez os nossos destinos. Eu tive o maior trabalho para destravar o essencial, o nosso orbe para não perder o vínculo assistencial que rege este comando.

 

As pessoas muitas vezes dão vazão as suas mentes e não percebem que estão se tornando joguetes de suas próprias ilusões. Vocês sabem que um espírito, quando em desequilíbrio, pode afetar a mediunidade física. A reação torna os dois incompatíveis de se juntarem, pois um quer uma coisa e o outro que outra coisa. Uma família desajustada pela cobrança karmica é pior que inimigos se confrontando em uma batalha.

 

Quando, agora a pouco eu senti o vento trazendo esta energia do africanismo, eu parei para respirar, energia quente pela mastigação do tempo. Os cultos de outrora nos restabelece o cultivo desta obra que semeada foi pela construção de um caminho liberto de fanatismo e preconceitos. A totalidade e verdadeira chegada do cristo em cada coração. Sim, jaguares, o cristo voltou em forma de conhecimento científico espiritual. Ele não veio em forma de homem, mas veio em forma energia distribuída no sol interior.

 

Esta onda que de energia quente que veio da África trouxe o despertar da consciência dizendo que o Cristo Nosso Senhor já está em nossos corações, basta aprimorar este contato para despertar esta condição espiritual. Nossos espíritos estão sendo envolvidos na magia extrassensorial que envolve a membrana do eu interior, de dentro para fora, e não de fora para dentro. Digo que nossos espíritos foram agraciados pela força cristica e começam a transmutar para o físico material esta força divina.

 

O mundo varia sua condição entre os milênios passados deixando uma condição superior estabelecida no pergaminho da vida e da morte. A vida flui em dois planos e a morte não tem sentimento, é simplesmente um apagar.

 

Nos trabalhos desta noite, na cabala, trouxe muita coisa boa, muitas novidades, pois o culto em relação a Deus tende a mudar na terra pelos seus espectadores que querem experimentar outra natureza. Este espírito que está atravessando os leitos de adormecer está fecundando as almas enfraquecidas e fazendo renascer a descrença humanitária. Um espírito, não, ele é um deus da escuridão, mesmo viajando no tempo e no espaço, ele é dono de sua trajetória, na luz ou nas trevas.

 

Ele veio para implantar a desordem mundial. Vai jogar a nação contra seus próprios filhos, pois a maior dor de um povo é ver que seus direitos foram retirados. Quando não houver mais uma lágrima de sentimento aí ele vai surgir como o salvador. Tinir de ferros e zumbidos de açoites, será uma doutrinação pelo medo, pela inverdade e pela dor.

 

Eu continuo sendo testado. Continuo me preparando para saber decidir entre o importante e a avareza do homem que se prende pela luta do poder. Quando um dia todos puderem estabelecer um contato direto na sua trajetória migratória verão que são formas abstratas se movendo no firmamento em direção da nossa evolução.

 

Eu continuo ligado ao meu etéreo plano e sempre buscando respostas ao conhecimento que varias conforme as estações do ano. A cada período a aferição demonstra que o relógio percorre suas 24 horas perdendo um centésimo de tempo para elucidar os contra tempos da natureza humana. Aproveite bem estes centésimos, pois é neles que terão as respostas, e não na hora cheia.

 

A corrente está migrando da África para o Brasil. Ainda não entendi bem o significado desta nova origem, pois já firmamos a cabala de Arianos no Brasil. Acho que seja uma segunda ou terceira etapa da preparação. O circulo vital abriu suas espadas e começam os preparativos da nova ordem. O nosso amanhecer, em Cristo Jesus, é a chama que se ascendeu onde Seta Branca está demonstrando à verdadeira multiplicidade dos seres humanos espirituais.

 

As correntes da terra se propagam pela atmosfera, quando é quente abre uma determinada força, quando está frio, outra reage em conformidade à natureza. Os pretos velhos estão batendo seus tambores em angola, sim, pois o vento agora sopra em nossa direção.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

15.09.2017

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

Deixe uma resposta