PACTO

Salve Deus!

 

Muitos jaguares estão vendendo suas almas.

 

Eu, estive de frente com um espírito que há dias vinha me assediando. Vermelho e com chifres, ele me dizia mentalmente que seria melhor transformar este templo em um bailão que ele encheria de gente. Eu escutava prestando atenção a pequenos detalhes, porque a vida missionária não é fácil para os que levam a sério.

 

A terra dá para os que são da terra. Assim ele vinha me fazer propostas dentro de um pacto, onde eu poderia falar em nome de Deus, de Jesus, mas desde que me mantivesse na sua linha. Um quadro assustador no aspecto visionário, pois eu não consigo estabelecer uma ordem direta e me filiar aos comandos inferiores.

 

Foi, então, que ele veio neste sábado com sua autoridade e falando mansamente queria coordenar nossa missão. Eu não o deixei tomar as rédeas da força decrescente e impondo respeito ele se enfureceu a ponto de se tornar uma pedra na porta do templo.

 

O pacto da vida e da morte. Para aumentar os adeptos seguidores da minha missão eu deveria baixar minha cabeça para ele e assim, mesmo falando em nome de Jesus, ele estaria no poder central. Como ele mesmo me dizia que Jesus não existia, pois cadê ele agora que mais precisávamos de sua benevolência.

 

O destino pode mudar a forma de pensamento, mas Seta Branca ouvia atentamente nossa doutrinação. Sem confundir o sacerdócio eu tinha toda liberdade de aceitar ou não fazer parte deste pacto. Se eu fosse um mestre vaidoso e cheio de pretensões eu até poderia fechar as espadas dando valor ao que me dizia este espírito. Eu não posso cair no padrão das forças inteligentes, sim, eles são muito inteligentes a ponto de persuadir até o mais seguro mestre com opinião formada.

 

O homem vermelho, como eu digo, pois eles se modelam aos nossos desejos. Eles são o que nós desejamos e pensamos. Caso eu tivesse um ideal maior que minha missão eu poderia abarrotar este templo de gente em busca de suas ambições. Mas não, este é o perigo do pequeno mestre em formar sua dimensão numa pequena opinião. Olhar em volta e não ver torna um quadro depressivo horrível, pois quem pode ver quem está ali naquele momento se curvando ao seu coração.

 

Foi por isso que eu fui recebê-lo. Pois sabia quem era e do que se tratava. O segredo da eternidade é justamente ter a verdade ao seu lado e justamente estar filiado ao céu e não a terra. Por isso eu disse que a terra da para quem é da terra.

 

Lembrando quando Jesus foi testado no deserto e recebeu a mesma proposta de um poder material que até então faria o mundo se curvar a sua presença. O homem de vermelho mostrou todo um futuro de guerras, destruição e mortes. Jesus se recusou dando um basta naquela tentação.

 

Olhando para Pai Seta Branca eu via em seus olhos a preocupação de eu escolher o melhor caminho. Um caminho de evolução e não involução. Assim quando o pacto não foi assinado este mesmo vermelho se indignou com a minha escolha. Senti mais firmeza no mundo espiritual e assim ele blasfemando contra todos nós, contra os mentores desta casa, simplesmente foi embora.

 

Eu gostaria que todos pudessem ver quem está por trás das mascaras, há como eu gostaria, porque somente assim saberiam o verdadeiro caminho a seguir. Fazer um pacto com forças desconhecidas, simplesmente por fazer, pensando estar certo pode lhe custar a sua liberdade, pois uma hora eles vêm buscar, pois eles precisam reformar seus exércitos.

 

Jaguares de todos os templos. Vejam na figura de um Pai de amor a sua eterna vigilância para que não sejamos pegos desprevenidos e sem sintonia. Eu sei que muitos ignoram a realidade espiritual, mas lá não tem nada a haver com nossa terra. A nossa conduta deve ser correspondida com nossas ações de um bom samaritano. Olhar para os olhos de Deus, de Jesus, de Pai Seta Branca e sentir no coração o que seja esta missão.

 

Não subestimem as forças contrárias, jamais, porque eles estão tomando conta da terra. Há trabalhos mal realizados que estão abrindo as portas dos mundos negros. Eles estão saindo destes abismos colossais e chegando a superfície. Como deste espírito vermelho que vai chegar em cada casa de Seta Branca com as mesmas propostas. Olhem bem e preste atenção, você tem o livre arbítrio e pode escolher a quem servir. Eu escolhia a luz e não as trevas.

 

Muitos rituais estão sendo como escadas para eles chegarem à superfície. Rituais sem a semântica oficial do amanhecer. A anarquia mediúnica está se formando nos aledás da nossa materialidade. A quem vai custar este sacrifico.

 

A doutrina modela o homem na sua conduta dando a ele um caminho a seguir. Por isso se diz: a minha missão é o meu sacerdócio. Eu estou no caminho certo e pronto para desbravar o invisível mundo dinâmico. Jesus está comigo, pois foi este o juramento que escolhestes para servir na taça ingerida sob os olhos de um comando superior. Fazer, então, um pacto com os submundos desfará seu significado. Não podemos servir dois Deus.

 

Eu fiz a minha escolha e você qual será!

 

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

20.08.2017

Como Jesus Venceu a Tentação

“A seguir, foi Jesus levado pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo. E, depois de jejuar quarenta dias e quarenta noites, teve fome” (Mateus 4:1-2).

Primeira Tentação

A afirmação do diabo: “Se és o Filho de Deus, manda que estas pedras se transformem em pães” (4:3).

 

A resposta de Jesus: “Está escrito: Não só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus” (4:4).


Segunda Tentação

A afirmação do diabo: “Então, o diabo o levou à Cidade Santa, colocou-o sobre o pináculo do templo e lhe disse: Se és filho de Deus, atira-te abaixo, porque está escrito: Aos seus anjos ordenará a teu respeito que te guardem; e: Eles te sustentarão nas suas mãos, para não tropeçares nalguma pedra” (4:5-6).

 

A resposta de Jesus: “Também está escrito: Não tentarás o Senhor, teu Deus” (4:7).


Terceira Tentação

A afirmação do diabo: “Levou-o ainda o diabo a um monte muito alto, mostrou- lhe todos os reinos do mundo e a glória deles e lhe disse: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares” (4:8-9).

 

A resposta de Jesus: “Retira-te Satanás, porque está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a ele darás culto”(4:10).

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

Deixe uma resposta