HOMEM SEM SOMBRA

Salve Deus!

 

Difícil, muito complicado, porque ao desprender-se do físico eu voltava imediatamente.

 

O que mais me chamou atenção foi algo inusitado, um homem sem sombra. Este espírito se materializou na minha jornada e querendo vingar-se ele não me deixava transportar-se para minha missão. Ao tentar eu levava um susto e o corpo sentia o impacto da volta.

 

Poderemos saber quem realmente está encarnado ou não quando surgir em sua frente. Os espíritos materializados não têm sombra, nada que os prendam nesta dimensão. Simplesmente eles aparecem e não deixam rastros sumindo como num piscar de olhos.

 

Eu estava trabalhando materialmente construindo o radar de comando no templo. Eu via sempre este homem parado na via sagrada me observando. Eu olhava para ele e mesmo pela claridade das lâmpadas ele não tinha sombra sob seus pés. Falei para minha ninfa e ela se arrepiou toda dizendo: Salve Deus, o que é de Deus fica, o que não é vai embora.

 

Estou há dias sem poder sair pelo espaço aberto, preso ao meu físico e isso causa um desequilíbrio tanto no plexo como no espírito. Todos nós precisamos desta oportunidade de sair, de buscar, de conhecer. Mas tudo deve ser com segurança e compreensão.

 

Eu perguntei aos jaguares sobre o tele transporte e sabendo das formalidades que estamos vivendo, temos que ter certeza de uma coisa: Se ver de lá para cá. Quando conseguirem este objetivo pode ter certeza que está fora do seu físico, estão trabalhando consciente e não inconsciente. A maior dádiva para um mestre é ser consciente de sua verdadeira obra de caridade. Muitos falam ser inconscientes e isso deixa sempre uma carga perigosa de problemas para os mentores. Um jaguar sem consciência ou inconsciente é um perigo tanto para ele e para como para os demais a sua volta.

 

Terminei bem de noite a arrumação do templo, colocando napa nas macas da cura, e hoje de manhã ainda dei uns retoques nos tronos vermelhos e amarelos. Tudo para ver nossos irmãozinhos satisfeitos e assistidos pela espiritualidade.

 

Este espírito é milenar e Pai João pediu para atender ele em um trabalho especial. A realidade que presenciamos nesta seara é justamente ter consciência da verdadeira obra de Seta Branca. O jaguar está preparado para sua evolução, mas tem que ter certeza que tudo ou nada pode mudar. Hoje teremos imunização contra as epidemias que estão assolando a sociedade na terra.

 

O que mais fico feliz é que não perdemos nada nesta contagem onde o homem está se reencontrando consigo mesmo, mesmo tendo dor ele ainda continua caminhando para Deus.

 

Vamos aos trabalhos.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

15.07.2017

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

Deixe uma resposta