MISTÉRIO

Salve Deus!

 

Existe uma grande preocupação de muitos jaguares com a nossa missão.

 

Em mais uma reunião dava para ver o quanto de preocupação em querer este sacerdócio, esta casa de Seta Branca. Aqui nós seguimos o que Pai Seta Branca e Pai João de Enoque nos pedem, porque a lei é única e o que nos diferencia é que tem um porém, existe um mistério nesta missão, algo intocável.

 

Eu vivo o meu mundo dinâmico, sim, são dois mundos diferentes, mundos que se interligam pela faixa esclarecedora da mediunidade. Na terra os habituais conflitos de interesses e no céu a condição de se chegar ao infinito cosmo sem perder a consciência. O que muda neste parâmetro é o entendimento da verdade que paira sobre as cabeças pensantes. Muitos pensam e repensam sem chegar a uma conclusão lógica do que são estas fronteiras que se dividem pelas faixas vibracionais.

 

Esta reunião, desta madrugada, os espíritos me conhecem, mas não se conhecem a si mesmos e querendo aplicar uma lei própria tentavam obstruir o comando desta casa. Eu sempre comandei pelo amor e pela razão, mas agora quem a comanda diretamente é Seta Branca e Pai João. Eu fico como suporte para acompanhar todas as decisões tomadas por eles. A formação de um novo continente nos dará a ascensão das forças em deslocamento. Se alguém se sentir contrariado converse com o executivo desta ordem.

 

Ministro Apurê comandará esta nave com seu povo e dará a cada um o direito a se conhecer pela ordem do Simiromba de Deus. Estes espíritos, apesar de serem nossos irmãos, ainda estão caminhando em busca de suas realizações, mas muitos metem o dedo em outros karmas que não podem ser atingidos de forma alguma como interferência de seus objetivos. A dor pode mudar de destino.

 

Foram muitas missões nesta noite, de dia claro. Falo assim tentando mostrar que as faixas cíclicas mudam sua conotação dependendo do grau de evolução. Aqui é noite e lá é tão claro, sem sol, mas uma claridade imensa que chega ofuscar a visão. Existe uma película que protege os espíritos da luz solar. Para cada estágio ela é diferente chegando algumas a receber mais luz e calor. Os espíritos não podem ficar expostos diretamente pelo sol, pois queimaria sua camada divina.

 

O céu espiritual, o céu que todos falam mas desconhece seus segredos, seus mistérios. O maior mistério é que ninguém se recorda ou lembra de sua jornada. Os pontos de vista físicos espirituais são diferenciados e somente as lembranças ficam presas ao conceito humano dentro da memória astral.

 

Por isso que aqui existe este mistério, algo diferente no aspecto sacerdotal. O que eu conto não mexe com o conhecimento doutrinário, mas serve para ampliar o desejo da maioria em conhecer o outro lado sem morrer, ou desfalecer seu coração em busca da sua outra metade. Como disse Seta Branca, temos vidas em outros planos. O que ele menciona aqui é que nós mesmos estando encarnados temos outra vida paralela em outro plano que segue o roteiro de sua jornada.

 

É muito lindo quando se tem consciência de sua evolução. Quando um missionário sabendo de sua luta consegue estabelecer esta condição de materializar seus sonhos através da sua compreensão. A simplicidade de coração é que muda a sua frequência orbital, como disse Jesus: Sejam iguais a uma desta criança, pois delas é o reino dos céus. SIMPLICIDADE.

 

Os humanos sempre se derrotando nas intempéries dos seus conflitos sociais, esquecendo que são espíritos encarnados em busca de sua emancipação. Todos ainda são teleguiados pelos sentimentos e observados pelos seus tutores. Um dia todos serão emancipados pela ordem divina e poderão caminhar sem medo e com coragem de assumir suas roupagens.

 

Aqui é assim, é uma escola aberta, sem medo de chegar onde ninguém pode chegar. Com muito respeito e amor dentro da razão mantendo os objetivos encarnatório em evidencia. Viver a fronteira do invisível mundo que nos cerca sabendo que tudo pode mudar num estalar de açoite ou num piscar de olhos.

 

Quanto à reunião eles ficaram desprovidos de argumentação.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

12.07.2017

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

Deixe uma resposta