CÉU OU TERRA

Salve Deus!

 

Se na terra está ruim, vamos então pedir para o céu.

 

Jaguares abram seus corações, não se deprimam por efêmeras coisas que chegam pela carne que os fazem sofrer. A luz projeta seus raios nas gotas e cria o arco-íris fazendo a mais interessante pintura que homem algum pode fazer ou riscar nas nuvens.

 

Quando estou sufocado eu saio do físico e vou por aí neste mundão de Deus. Muitas vezes caminho só, pois o espírito precisa recompor sua trajetória e melhorar seu padrão. Neste trajeto reencontramos muitas vezes nossos ais que remontam séculos acrisolados no destino.

 

Eu estava pensativo e chamei por ele. Uma luz suave se formou e uma voz meiga me chamou de filho. Era tudo que eu precisava ouvir, sem interferência da terra, nada. A voz direta me acalmava, me dava tudo que eu precisava para compor a minha melodia.

 

Um dia a clarividente me disse: “meu filho, se você chamar pelo pai ele vem”. Eu o chamei e ele veio como encanto dentro do meu coração. A minha mente foi impregnada pela luz e renovou a minha fé.

 

Eu estava abrindo os trabalhos no templo e ele veio terminar o que começou lá no céu. Maravilha, que bacana, foi um exemplo do que ela me disse em vida. Toda vez eu estou com ele e ele comigo, assim como todos vocês podem estar junto dele, basta querer e se projetar no sistema mediúnico a sua presença em espírito e em verdade.

 

Ao abrir o reino central a luz chegou da frente para trás, e dentro desta luz uma imagem feliz. Sorrindo ele veio aquietando os corações que muitas vezes desesperados procuram compaixão de um pai celestial. Eu o chamo, eu necessito desta presença, pois estamos lapidando nosso sol interior e nada mais justo que sejamos os escolhidos para esta obra da nova era.

 

Ele chegou junto com os Ministros de Deus que compunham a sua corte. Luzes, mil luzes a bailar de um lado para outro. Com a descida do oráculo para o lado desta missão estamos descobrindo o real significado da reencarnação. O que eu sei eu não posso dizer, mas estou preparando o caminho com muito custo e suor para os que virão após esta confirmação.

 

O céu novamente em terra brilhando e anunciando o evangelho vivo e resplandecente. O que seria deste sacerdócio sem a presença deste ser iluminado. Ele ama e ama. Não importa para ele quem é quem, mas o que cada um faz de sua mensagem.

 

O templo está se aprontando e cada dia eu ergo mais uma bandeira. Esta rosa vermelha que não sangra mais as mãos de quem jura seu roteiro. Eu escolhi este caminho, escolhi por amor. Estamos esperando os nossos irmãos que estão chegando das planícies macedônias, da península peloponense, do rico vale dos reis, tudo para resgatar esta origem espartana, o mestre jaguar.

 

Eu abri o portal e respeito os sinais do tempo no templo. O portal se resume na contagem cabalística que ofertamos no aledá da vida eterna. O solo sagrado sente os pés com seus couros duros batendo sem parar. Levantai esta bandeira e enfrentai o seu mundo sem medo. O mundo que conhecemos jamais será o mesmo depois desta partida iniciática.

 

No Egito havia uma contagem muito especial, onde somente o faraó conhecia a sua magia. Nem o supremo sacerdote tinha ampla visão dos sinais que se unificavam. Esta contagem está sendo trazida pelo pai para a terra. Os sinais que se comunicam pelo silencio mental. O que eu vi no céu esta noite foi confirmado na terra, aqui neste pequeno templo, hoje.

 

Não estou só, estou caminhando com meus amores e com Deus. Eu ouço o céu e a terra.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

05.07.2017

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

Deixe uma resposta