TEMPLO ESPIRITUAL

Salve Deus!

 

Se todos os espíritos que procuram o templo viessem fisicamente não haveria espaço para tanta gente.

 

Eu fico imaginando e vendo a situação deste povo do sul, principalmente de Campo Largo, Paraná. Eles precisam tanto de ajuda espiritual no templo, mas não tem coragem de vir fisicamente, então à noite se deslocam aos milhares e vem buscar aqui no espiritual o conforto para suas necessidades, suas dores e suas incompreensões.

 

Esta noite foi de muito trabalho, onde os mestres que já tem formação mediúnica foram desdobrados de seus corpos para me ajudar no atendimento. Muitos que vieram eu os conhecia, outros não, mas o que importa é que estamos cumprindo com a nossa missão. Para o Pai Seta Branca não importa se eles são físicos ou espíritos. Importa é que eles estão recebendo o conhecimento da verdade.

 

O templo ficou pequeno, digo em espaço temporal, mas cabiam todos. Conforme ia chegando o campo vibracional alongava e acolhia todos que vinham receber esta força iniciática. Eu fiz de tudo junto com meus irmãos para atender em todos os rituais. Alguns vinham para ser atendidos e outros já para participar.

 

Eu digo, meus irmãos, a vida espiritual é diferente para os que gostam da verdade, para os que gostam do conhecimento científico espiritual. Não podemos simplesmente nos acomodar nas esferas da orbita solar ou lunar, precisamos abrir o campo da psique humana e delinear nossos contatos e contraste pela variação espiritual.

 

O que importa para o céu é que todos estão recebendo esta condição em seus plexos e chakras. Temos trabalhado redobrado, temos trabalhado na terra e no céu, mas devemos compensar esta necessidade dando a cada um dos corpos a sua reestruturação. Trabalhar na terra sem corrigir as distorções do espírito causa um desequilíbrio e trabalhar somente o espírito também causa um rompimento na ligação entre os dois. Há que equilibrar os dois campos para que eles traduzam em força para o sol interior.

 

Milhares de espíritos vêm buscar as respostas e milhares deles se convertem ao místico, ao desconhecido, ao maravilhoso. A cautela dos mentores em receber todos, em difundir o Evangelho de Jesus, torna ainda mais apaixonante esta vida entre o céu e a terra. Eu vejo com os olhos da terra a terra e com os olhos do espírito vejo o céu, translúcido e transbordando em conhecimento.

 

Vejam a diferença no ângulo da orbita celestial. Muitos espíritos ao passar para o campo espiritual se apagam completamente. Pode ser até desta doutrina, pois viviam em seus laços eternos carnais. Ao desencarnarem seus olhos se fecham e cegos só vão abrir quando estiveram conscientes de suas evoluções. O choque magnético que eles são submetidos acorda seus espíritos.

 

Um dia eu estava num velório e a mortinha estava pairando em cima do caixão, invertida, mas sugava os restos mortais ectoplasmático. Ela dormia profundamente e aquilo tudo estava atrasando a subida dela. O quadro que eu vi em seguida foi admirável. Havia necessidade de acordar aquele espírito para ele se desligar da terra, do físico. Aconteceu, assim do nada, um desentendimento no âmbito da família. Todos começaram a discutir a situação da mortinha e dos seus bens. Criou-se um campo vibracional negativo e o mentor a pegou e jogou naquele momento dentro daquela energia recebendo um choque. É como uma pessoa que leva um choque de energia na terra. Só que na terra é diferente do espiritual, aqui na terra perde seus sentidos e lá acorda. Quando o espírito recebeu esta descarga magnética abriu seus olhos e tão logo foi sendo levado para fora do ambiente. A família tão logo se recompôs e tudo se normalizou.

 

Por isso que eu tenho trabalhado tanto com meus irmãos daqui do templo. Dando a cada um o conhecimento de sua espiritualidade. Os ensinamentos vêm pela força do sol interior que forma cada plexo, cada chakras. No momento das aulas eu vou alinhando suas faixas vibracionais e depois no espiritual eu vou realinhando suas missões. O conhecimento da terra abre o canal para o espiritual e depois o espiritual vai abastecendo o físico pela intuição.

 

Mestres e irmãos. Somente Pai Seta Branca poderia ter feito tudo que vocês são. Nada neste mundo terreno poderia lhes favorecer tanta luz em seus corações a não ser que um grande iniciado descesse de seu mundo divino, oráculo, para entregar a sua carta de alforria.

 

Eu lembro quando Tia Neiva disse: “Os filhos de Neiva vão sofrer muito com a minha partida, mas os filhos de Pai Seta Branca vão tocar esta missão”.

 

Vejo que os filhos de Seta Branca estão cumprindo com seus sacerdócios. Estão cada dia mais se afinando com suas responsabilidades e cumprindo com as ordens dentro das leis do amanhecer. Em breve as trombetas irão soprar pela aruanda a chegada da luz pelos olhos da verdade. Eu só estou registrando o que me foi pedido e o que posso escrever. Um dia todos já terão suas cartas abertas com seus contatos estelares e irão promulgar a enunciação da verdade cristica.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

15.06.2017

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

Deixe uma resposta