CASA DE SETA BRANCA – PARTE TRÊS

Salve Deus!

 

Adentrando ao sistema cristico vamos desnudando os enigmas que nos cercam.

 

Foi assim, que então, ao abrir o comando junto ao reino central que vi um dos quadros mais lindos da minha vida. Eu estava preocupado com a investida destas forças querendo dificultar nossa missão, nosso templo. Olhando para o infinito um manto azulado desceu sobre o templo. Era uma energia tão fina e azulada que os mestres, os pacientes físicos e espirituais foram envolvidos. Eu não sabia de onde estava vindo este manto e de repente olhando para a figura de Seta Branca vi que era da cor de sua bata. Eu senti uma força de amor, de carinho e compreensão. Senti como se nada iria nos incomodar e que ele, nosso Pai, estava nos dando à proteção que precisávamos. Coragem, liberdade e caridade.

 

Os trabalhos foram realizados puxando aquela corrente esparsa sofredora para a mesa e nos tronos foram lapidados os espíritos sugadores da vida. A cada puxada os portais se abriam de modo a desfazer o mal que estava atormentando nossa missão. Com muito equilíbrio e tudo dentro da ordem os trabalhos foram conduzidos pela força dos jaguares, mestres que se empenham em cada dia a dar o melhor de si.

 

À noite eu subi, fui navegar pelos altos comandos da nossa esfera maior. Cheguei num lugar onde haveria um reencontro de jaguares. Era amplo e com muitas cadeiras, tudo branco. Até os jaguares estavam de branco. Perguntei para mim mesmo:

 

_ Onde é este lugar?

_ Correntes Brancas do Oriente Maior!

 

_ Salve Deus!

 

Não estamos sozinhos nesta seara de Seta Branca. Este mundo no despertar dos aromas que nos induzem a verdade cristica.

 

O lugar estava com uma energia gostosa e sutil. Era agradável de receber, de sentir, de estar ali. Olhando para os preparativos havia uma proteção para os convidados. Olorum, Pai João de Enoque, estava elevando os espíritos que iriam compor esta presença. A mesa seria formada pelos grandes iniciados que pediram esta reunião nos planos de Deus.

 

Como ainda estava somente nos preparativos, eu tive que descer voltando para meu mundo físico. Não sei quando serão chamados os convidados, mas tudo será pela formação de um novo caminho, digamos que seja como a ressurreição dos espíritos, sim, mestres, porque os espíritos não morrem nunca, eles ressurgem em suas condições conforme suas evoluções. Então na terra não tem ressurreição, mas no espiritual tem, pois não existe físico. RESSURREIÇÃO DO ESPÍRITO.

 

Eu tinha esta duvida o porquê da reencarnação e da ressurreição. Agora me foi dado o conhecimento. Como nossa escola universal é maravilhosa, é algo que engrandece nosso caminho, nossa evolução. Quando um jaguar emite: INSTRUTOR UNIVERSAL ele diz para o universo que ele tem conhecimento amplo da ciência espiritual. Então, não podemos deixar de aprender com nossos instrutores universais as boas noticias do além.

 

Quem quiser percorrer seu caminho que se prepare espiritualmente olhando para o céu, como disse Koatay 108, pois o jaguar só sabia olhar para terra. O céu é uma eternidade escondida dos olhos físicos. Rompa seu neutrôm e busque a sua disciplina. Se não houver consciência não haverá porta que se abra. São pequenos detalhes de um desenvolvimento que se alastram como a rama selvagem.

 

Foi então que muitos ouviram o meu chamado naquela tarde de um reencontro fora do contexto doutrinário. Os espíritos foram trazidos pela grande responsabilidade para com nosso continente. Eis a razão de ser médium deste amanhecer, deste templo, aqui não existe falsa profecia, existe uma irmandade superior que cresce dentro de cada coração. A energia negativa até que tenta infiltrar, mas logo ela é contida pelo amor incondicional.

 

Para quem vive 24 horas do seu mundo em função de alimentar os três reinos de sua natureza é complicado. Não tem onde e nem como ficar alheio aos acontecimentos. Ligado a todo o momento com sua faculdade mediúnica não deixa nada passar despercebido. Assim é garantir a formação do homem luz deste universo.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

21.05.2017

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

1 thought on “CASA DE SETA BRANCA – PARTE TRÊS

Deixe uma resposta