AMOR

Salve Deus!

 

Tenho ensinado há muitos jaguares no mundo espiritual, mas este amor só irá despertar quando realmente o incondicional for aberto.

 

A sabedoria do espírito ainda não baixou completamente no físico, porque ele precisa merecer esta luz em seus olhos. Nesta universidade dos jaguares o desdobramento da comunicação entre os dois planos não obtém o passe da afirmação de sua conduta, porque o homem ainda não conseguiu repartir o pão sem ver a quem.

 

As palestras vão aumentando a capacidade do desvendar dos enigmas ocultos dentro da ampulheta do tempo que recorre à morte para satisfazer a vida. Ao recontar as pérolas que formam cada sol interior eu vejo em cada um a esperança de continuar caminhando. A busca pelo conhecimento da ciência esotérica faz o homem mais perfeito e mais comunicativo deixando o ciúme de lado e entrando pela porta da compreensão.

 

Nesta sala de aula os jaguares que tem me acompanhando em pensamento na terra estão largando na frente dos demais, pois a interligação se dá pela aproximação do mental. Eu abro o coração na verdadeira missão do Cristo Nosso Senhor. Para se aproximar deste grande missionário tem que estar emanado pelo amor incondicional e não pode em momento algum baixar seu padrão, porque a porta se fecha.

 

Podemos fazer lindas preces em favor deste mundo quando estamos em perfeita sintonia com o astral superior. Não podemos mais destruir pela vaidade, porque não teremos mais forças para fazer isso. Este trabalho da morte não terá mais oportunidade de ser empregado no coração destes alunos espirituais.

 

Eu não posso distribuir plenamente a abertura do tridimensional sem que a certeza de poder reflita na conduta moral e espiritual. Estou modelando, estou criando um acervo que poderá desabrochar a qualquer momento na estrutura biológica fazendo seres luminosos ao invés de seres apagados.

 

Os mestres que somam a este trabalho são pessoas comuns, pessoas com aspirações de servir e não ser servido. Quando chegamos neste campo da psique humana pelo espírito liberto das amarras da terra vemos o quanto ainda temos que aprender. Os meus irmãos estão deixando de ser rudes e se aproximando da máxima verdade. A humildade de tratamento, a aceitação da tolerância e o emprego do verdadeiro amor.

 

Mas vejam que nem todos ainda estão com passe livre para estas palestras. Só irão conseguir obter com a permissão de vossos espíritos que devem acumular sob seu silencio o amor dos justos. A ignorância missionária afasta as pessoas de bem que cruzam seus destinos. Os brutos não se amam mais, se odeiam e se matam na vibração desumana. O homem poderoso que não aceita se redimir dos seus erros continua sendo carrasco de si próprio. Vemos aqui mesmo nesta doutrina, olhem em volta e verão quem são, pois o ódio não compactua com o amor.

 

A nação jaguar partiu os cristais e agora deverá andar com seus pés descalços em cima dos cacos. As feridas serão como paliativo aos seus destinos, pois uma jura transcendental foi quebrada. E não foram os filhos que juraram, mas sim, uma mãe que confiou a maior verdade em cada um. Esta verdade foi consagrada em vida e em espírito, mas o homem desconhecendo o propósito altaneiro decidiu por ele mesmo seguir a sua desobediência e agora não tem mais coragem de voltar atrás, de assumir seus erros. Errar é humano, assumir este erro é divino.

 

A perseguição dos homens de lata. Sim, meus irmãos, de um pedaço de metal para alguém e este alguém se transforma num robô místico. As medalhas de lata servem para ficarem penduradas somente no físico, mas as verdadeiras honrarias ficam presas ao coração. Ser jaguar é ter certeza de ser nobre em sua cultura e conduta. Hoje já vemos cegos levando outros cegos.

 

O povo de Seta Branca são filhos do sol e da lua. Não são filhos mais da terra, vivem neste solo, mas suas cabeças estão no céu.

 

Esta é a diferença de comportamento da verdadeira compreensão. O saber distinguir as dores da verdade das inverdades. É não se tornar mais vitima do sistema, é estar acima dos problemas e usar da sabedoria e técnica para crescer como a rama selvagem que cobre os campos. Estamos separando os cristais. Estamos criando novos diamantes que refletem uma imagem por onde ele irradia seu brilho.

 

Este curso tem oferecido a todos este brilho que cega os espíritos. É o verdadeiro amor, como disse acima, incondicional, sem medo, sem errar e sem destruir. A liberdade do espírito acrisolado em sua couraça. Quem participa desta palestra já está pensando diferente, já está tendo vida própria e assim tendo também a confiança do Simiromba de Deus.

 

Ser missionário é todo dia e toda hora. Pode ser no templo ou onde estiver. Mas o descarrego destas energias só podem ser no solo sagrado. As energias se acumulam na película e somente com a manipulação elas são desintegradas. Os trabalhos no templo abrindo o etéreo plano divino consagram este evento tão sublime, que é abrir o invólucro espiritual para desabrochar a rosa. Sem isso ela morre asfixiada e sem regar sua raiz o solo seca e racha. Os bons frutos serão perdidos apodrecendo pelo caminho.

 

Aproveitem bem esta oportunidade de crescerem espiritualmente. Este curso avançou o limite de todas as manifestações mediúnicas desta escola. O radar será entregue quando todos souberem administrar este conhecimento pelo coração mental.

 

Boa sorte jaguares filhos do amor de uma mãe.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

26.04.2017

1 thought on “AMOR

Deixe uma resposta