PESSIMISMO

Salve Deus!

 

Já repararam que ultimamente tudo virou negativo. Um pessimismo geral, onde até as mensagens ditas através dos aparelhos estão vindo falar só em morte.

 

A terra está passando por um ciclo negativo, mas nossos mentores são positivos. O que está havendo é uma degradação psico mental que subtrai somente o negativo pelo filtro. As coisas positivas estão sendo relegados a um segundo momento e o negativo sendo vivido como se fosse parte da vida.

 

Eu subi esta noite. Fui visitar uma família em sua origem espiritual. Mesmo eles ainda vivendo na terra, não tendo consciência de suas reuniões fora do corpo físico, vão para lá em busca de seus amores. Ao chegar neste lar, modesto, eu fui muito bem recebido. Eles me reconheceram e me chamaram para participar desta noite na terra e dia no céu. No céu tudo se organiza pelo nosso pensamento, se é dia é dia, se é noite é noite. Nós que clareamos ou escurecemos nossos destinos.

 

Ao entrar neste lar o jovem estava preparando um manjar, coisa que eu na terra nunca vi, mas parecia com um queijo cortado em fatias e assado numa espécie de forno. Ele não derretia, ficava crocante e muito saboroso. Ofereceram-me um destes manjares e ao colocar na boca aquilo foi irresistível, foi dando energia, foi algo muito bom. Era um alimento espiritual para os espíritos. Parecia como uma hóstia, talvez por eles serem católicos na terra.

 

Fiquei ali um bom tempo reavaliando este lugar. Olhava para nosso planeta terra e via uma onda, uma sombra gigantesca tapando o sol. Esta onda era como se fosse uma fumaça negra que vai tomando forma e atingindo quem ela envolver. Uma parte da terra estava iluminada e outra escurecida. Não era a eterna rotação do globo, mas era porque se abriu uma fenda que possibilitou a terra penetrar no mundo mais triste da humanidade.

 

Foi para isso que viemos. Foi para positivar nossas heranças transcendentais. Foi para iluminar e não apagar. Foi para reconduzir o Espírito Santo ao sol interior e aquecer nossas costumeiras noites frias. Por isso devemos nos preparar para nos tornar positivos novamente. Deixar de viver este ciclo negativo, pois se a energia negativa for mais forte, nós perdemos esta batalha.

 

Eu continuo trabalhando, continuo registrando os eventos da vida fora da matéria. Se eu não estiver preparado espiritualmente, como vou propagar a mensagem cristica, como vou elucidar as mensagens, torná-las um lindo rosário de amor. Sabemos que a terra está prestes a explodir, mas não seremos nós a ascender este pavio.

 

Pai Seta Branca é um espírito positivo, ele não vem falar em morte, mas sim na vida. Ele alerta em suas palavras que devemos seguir o caminho da vida, porque a morte não tem voz. Ultimamente a morte se tornou voz na boca de muitos médiuns. É difícil para nos tornarmos positivos diante da manifestação mediúnica negativa. Agora a morte está tendo a sua voz.

 

Nossos trabalhos dentro da cabala de Arianos só terá sentido se participarmos dos eventos que nos formaram. Quanto à guerra dos encarnados, nós podemos interagir nesta consciência e dizimar estas ideias fanáticas do poder material. Tudo é uma questão de consciência ideológica. Os senhores da guerra, os cavaleiros do apocalipse, estão fomentando este conflito. Com o próprio fermento dos fariseus eles estão amassando o pão do futuro planetário.

 

Enquanto a terra assiste o desenrolar da desglobalização, a divisão novamente dos povos, nós jaguares temos a missão de agir no resgate final destes mal amados. Que o hino, Lírio Bendito do Senhor, emitido por milhares de vozes em torno da terra desarme os encouraçados homens. Amenizar a dor através da energia positiva. Retirar as armas de seus corações e colocar a mensagem de Jesus, o caminheiro da ultima hora.

 

Jaguares, ou vocês são positivos ou negativos. Se forem positivos estão sendo orientados pela espiritualidade maior. Se forem negativos estão vivendo o seu baixo padrão mental e orientado pelas suas necessidades materiais. Escolham como querem viver, se na força do sol, ou na força da escuridão.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

12.04.2017

Deixe uma resposta