PRESSÃO ESPIRITUAL

Salve Deus!

 

Os sensitivos têm a aura aberta para receber tudo que vem de ambos os lados, tanto da terra como do céu.

 

Ontem, depois da vista para este doutrinador, eu vi um quadro assustador, onde homens de preto batiam com a mesma intensidade marcando um território. Se fosse no espiritismo eu diria estarem marcando ponto, mas como não é, então eles tem seu ritual de invocação das velhas tradições dos antigos iniciados.

 

Ao ver que a mira estava sobre nossa missão eu fiquei até preocupado, porque estão tentando levar vantagem em cima de nós. Tem muita gente de olho em nossa área de terra e tão logo já fizeram tantas propostas para comprar, mas nós temos uma missão e respeitando Seta Branca, nosso comandante, não podemos simplesmente tomar um caminho sem volta.

 

No futuro, quem sabe, teremos o que está reservado pelo Pai para nós, que é a conquista desta região sul do Brasil, porque aqui está acrisolado o carma mais complicado da natureza encarnatória. Aqui nenhum irmão é irmão, todos são separados por ideais mistificados em missão. Não digo os meus irmãos daqui do templo, mas de outras paragens, pois aqui a divisão é consistente e aplaudida por todos. Todos só esperam alguém cair para sair criticando e julgando.

 

Quando eu recebi esta missão de Seta Branca em Neiva (Tia Neiva), ela referiu-se ao nosso comando, formou então o continente Apurê, e respeitando os sinais do tempo nos dirigimos a ensinar as leis do amanhecer. O conhecimento milenar através da ciência esotérica é um canal receptivo das ondas magnéticas que se atraem ou se retraem. Mas o mestrado deste amanhecer está perdendo sua condição evolutiva, todos só estão vendo o lado físico e não mais o lado espiritual. A doutrina do amanhecer está se materializando e não mais se espiritualizando.

 

As leis que nos regem são as mesmas de um continente para outro, o que muda são as interpretações que cada um se serve para si mesmo. O real propósito destas avaliações é avançar cientificamente traduzindo as mensagens do supremo astral dentro do invólucro fechado, ninguém quer mais servir, só ser servido.

 

Lembranças que não se apagam, onde uma senhora abriu o seu mundo para outros dividirem. Rasgaram suas vestes e despiram seu espírito das conquistas. Deixaram um vácuo no coração que só será superado nesta nova vida.

 

Foi então que vendo esta ruptura no céu e o empenho em destruir ardilosamente mais um pouco do que restou, chegamos ao coração da maior dor, a desintegração do amor pela vingança. Como os filhos de Seta Branca têm sofrido a sua própria arritmia escaldante, porque não sabem se amanhã estarão onde estão, vivos ou mortos.

 

O que será do amanhã na interpretação destes homens de jaguar, porque os que se vestem de preto estão ritualizando seus castiçais. Dizendo serem donos da terra exercitam suas vibrações em cima da cabeça puxadas pelos pés. A quem pertence este planeta.

 

A sensibilidade mediúnica é uma faca de dois gumes, prestem atenção na força do pensamento.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

02.04.2017

Deixe uma resposta