TRABALHOS

Salve Deus!

 

Ao voltar desta viagem, viemos impregnados de muitas sintonia, de muitas coisas que passamos e sem poder pegar, nós chegamos em casa.

 

O mundo espiritual está em reforma, como digo, porque está havendo muita procura pelos espíritos que preocupados com a agonia da terra começam a se lançar para baixo. Infelizmente nesta passagem estão chegando espíritos sem procedência alguma, espíritos de famílias que já desencarnaram, mas que não subiram para suas evoluções.

 

Os mentores de luz tem feito um trabalho magnífico para reestruturar este universo paralelo, mas a cada dia o baixo padrão da terra invade as cercanias do invisível mundo abrindo as fendas. Eu chego cansado de tanto trabalhar e não me foi diferente esta noite, pois o desfecho de lá onde eu estava terminou com os trabalhos desta quarta no templo.

 

A falange que estava me acompanhando nesta missão, falange de cruzada, veio no templo ajudar a retirar outra falange das encruzilhadas. Espíritos sem nenhum vínculo com nossa missão. Ao abrir o comando no radar Pai João de Aruanda veio me ajudar a organizar este trabalho. Os mestres foram convidados há sentarem um pouco e fazer uma meditação, se sintonizarem, porque os trabalhos estavam pesados e se fossem para os atendimentos seriam instrumentos de discórdia. Eu tenho receio que se não houver discernimento da invocação das forças estas se cruzem e façam uma violenta força esparsa, mas o Preto Velho conduziu elegantemente esta missão do dia.

 

Quando as forças chegaram, vejam bem, elas vieram ao mesmo tempo, as positivas e as negativas. Foi um combate em tempo espiritual, porque ninguém estava vendo o momento da ofensiva e defensiva. A falange de Cruzada veio para amenizar este momento de perigo, porque estamos rodeados pela energia de um mundo em desequilíbrio. Nós somos apolíticos, mas não devemos nos esconder da grande limpeza ética e moral que a terra está sendo passada. Honestidade, foi isso que Seta Branca pediu. Esta palavra não deve ficar somente no bolso de sua calça ou camisa, ela deve ser praticada com amor e justiça.

 

Muitos mestres irão abandonar suas armas em busca do que lhe pertence. Muitos irão viajar para longe tentando acertar seu pão de cada dia. Muitos irão se entregar ao materialismo, pois o espiritualismo não lhe foi de grande utilidade, pois o que fala mais alto é o físico. A dor do espírito acrisolado a milhares de anos no seu karma.

 

As reações adversas que iremos combater se chama vaidade dentro da ignorância anímica. O ser anímico e imprudente que chora as suas perseguições. O sofrimento chegará então pelas vias da contradição, e olha o que eu digo, é muito fácil perder a fé. Vão querer jogar a culpa em Deus, em Jesus e em Seta Branca, por justamente não terem merecimento. A quem irão condenar. A vibração vai e volta, isto é certeza, por isso todos devem cuidar de suas vidas, de suas missões e não se preocupar com o que acontece do outro lado da cerca.

 

Ao encaminhar a ninfa para sua missão levada com respeito e ternura, os mentores formaram a tríplice força que chegou para nos redimir dos nossos erros. Os nossos fracassos são medidos pela nossa incapacidade de ver além horizonte. Foi então que as energias se movimentaram em conjunto com a falange se entrelaçando naquele instante e tudo se desintegrou pelo portal.

 

Vejam a maravilha de um cenário abrangente que iria enlouquecer o mais sábio médium deste amanhecer. A curvatura do horizonte chegando pela verticalização do eu fora da matéria.

 

_ Meu filho! Salve Deus! Continue ensinando, evangelizando e doutrinando! É a tua missão esclarecer os homens desta tribo! Eles estão perdidos e sem rumo!

 

_ Salve Deus!

 

Ao olhar para aquela figura meiga e carinhosa de um pretinho velho de luz e amor, eu me senti ofuscado pela sua energia luminosa. Tão branca que parecia flocos de neve em contraste com o sol chegava a ficar prateada. O resplandecer da transformação intelectual em simplicidade. Os doutrinadores estão muito preocupados em falar bonito esquecendo de colocar amor em suas palavras. Do que adianta ter uma linda mensagem sem que ela esteja impregnada de energia luminosa. Não serve para nada, ela é como o cuspo que cai em cima do seu sapato.

 

Olhai os lírios dos campos que nascem no brejo do lodo e brilham com seu perfume quem os toca. É isso que os mentores querem de todos os jaguares, mesmo estando com suas dores karmicas eles tenham consciência de suas missões.

 

Assim fomos libertos de um grande combate.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

29.03.2017

Deixe uma resposta