TESTE DE TOLERÂNCIA

Salve Deus!

 

Estava conversando com Humahã e ele me explicava os fatos que iria se seguir nesta jornada.

 

Estávamos no templo espiritual se preparando para mais um trabalho que iria repercutir no físico. Comecei a explanação doutrinária, o templo, até então, não havia pacientes e de repente foi chegando gente e tomando conta de tudo. Não havia mais espaço no templo, a fila lá fora era grande e aumentava cada vez mais, e eles se espremiam para poder entrar. Eu fiquei observando os poucos mestres tentando coordenar aquela multidão, mas parecia que não iriam dar conta.

 

Aquela multidão veio não sei de onde, pareciam sedentos por uma oportunidade. Aos poucos fui observando e tomando conta da situação. Parecia um estádio de futebol em dia de campeonato. Eu só não queria que saísse fora do padrão de responsabilidade, sim, pois se começasse a desorganização tomar conta haveria problemas de equilíbrio no sistema e tudo aquilo iria virar um problemão.

 

Eu olhava em volta preocupado. Fomos abrindo espaço na multidão, tirando os que estavam na área iniciática, na pira, para podermos abrir o canal de ligação. Os espíritos ainda se empurravam, estavam doidinhos para começar um tumultuo, mas as forças pareciam inibir suas intenções.

 

Foi o maior teste de tolerância que eu tive. Para mim foi possível prever os futuros acontecimentos que podem chegar em nosso templo e já estar emanado pela diretriz do nosso comando superior. Os templos do amanhecer têm diferenças de alinhamento. Uns são mais voltados a terra e outros mais ao mundo espiritual. Dois planos distintos, pois assim há uma dupla função na afirmação de nossa missão.

 

Os que são da terra têm a missão de esclarecer os humanos, e os que são do plano etéreo tem a missão de ajudar na conscientização dos espíritos. No final da contagem haverá uma unificação geral, terra e céu. Eu não saberia dizer qual é mais importante, porque os encarnados têm seus espíritos e os desencarnados não os tem mais a sua matéria. Os encarnados têm a luz do sol e os desencarnados não tem mais, somente nuances ou projeções similares.

 

Um espírito não pisa na terra, não tem seu charme, mas ele pode usar o ectoplasma humano para formar sua presença. Digo, se materializar na terra, mas é por poucos minutos, pois o ectoplasma se evapora rapidamente. Os cientistas dos vales negros estão estudando como obter esta energia para poderem permanecer mais tempo no plano físico. Os grandes laboratórios dos mundos negros fazem estudos profundos de materialização e já estão conseguindo obter sucesso em lugares de grande concentração ectoplasmática. Uma pessoa que tenha mediunidade sem manipular seu plexo pode irradiar esta energia favorecendo a infiltração deste povo. Começam os sinais em sua morada, batidas, arrepios, sentimentos, presenças, enfim, há um acumulo de cargas que surgem do nada para sugar a energia vital.

 

Usem da alquimia do amanhecer para criar seus escudos de proteção. Não desperdicem as técnicas deixadas pela clarividente para defender seus territórios. Está tudo no esclarecimento dos mentores que se apressam para deixar tudo em ordem.

 

Eu estou seguindo e preparando o meu mundo na conquista de um caminho melhor. Preparem vossos terceiros sétimos para que nada vos atrapalhem no sacerdócio do amor.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

18.03.2017

Deixe uma resposta