PASSADO

Salve Deus!

 

Nosso passado nos condena.

 

Ao ver o resgate das origens eu também vejo o quanto temos que mudar em relação ao nosso presente, para que lá no futuro, ao olharmos para trás, não tenhamos vergonha do que fomos.

 

Eu senti vergonha de uma encarnação, pela qual estou pagando uma divida muito alta. Não vou entrar em detalhes, pela qual não irá interessar aos leitores, mas eu digo que respeitem suas evoluções e não mudem seu destino por nada deste mundo. Uns dizem que sua vida é assim, que ele nasceu assim, mas em verdade, tudo isso é uma impregnação na memória de forças ocultas que desejam transformar o seu compromisso em uma aberração. As Leis foram escritas e impressas no código genético de cada encarnado, mas ele sempre burla estas leis buscando o confronto de ideologia e gênero.

 

Eu fiquei em suspense ao abrir meu quadro espiritual. Desvinculei do coração, de dentro da individualidade, esta imagem infeliz, mas vejamos, era a única que tinha naquele ciclo de incompreensão. Éramos cegos e surdos e fazíamos indiferentes das leis que nos regiam, aliás, nós éramos a lei. O quadro espiritual me mostrou o quanto me desviei do verdadeiro compromisso humano.

 

Eu dedico esta passagem aos homens e mulheres que se desviam de suas condutas procurando outras culturas que ofendem justamente a sua moral espiritual. Um espírito desmoralizado não sobe, ele desce a ladeira e vai se perpetuar no calabouço da desonestidade. Eu pedi a Deus que me desse outra oportunidade de mudar este quadro, então voltei, reencarnei e hoje mantenho um caminho dentro da real verdade que se apresenta no circulo vital. Busco a compreensão do destino karmico, pagando é claro, com muito sacrifício esta contagem.

 

Relembrando que os Tumuchys são um povo muito sofrido, muito perseguido, por serem diferentes em seus costumes, pagam na maioria das vezes com as perseguições mais terríveis de cada ser humano encarnado. Por terem o conhecimento da transmutação e por serem cientistas espirituais, não tem ascensão direta no planeta. A missão foi construir os polos energéticos, a plataforma orbital e o homem luz deste planeta, para depois voltarem as suas origens. Éramos então deuses que não se misturavam ao convívio da época. Por isso o chamado do Vale dos Deuses. A interligação dos Tumuchys dentro desta esfera para suas libertações.

 

Consegui reunir esta pequena tribo espiritual aqui, do meu povo, através da consciência de um canal de interligação. Estou trabalhando com os grandes iniciados além terra, mas o problema sempre será a consolidação das mentes dispersas. Os tumuchys reagem diferentes aos padrões da fé, por terem o conhecimento não respeitam a religião como padrão, por isso não conseguem fluir dentro da coletividade. Eu vejo que eu também poderia estar disperso na minha procura, mas o Cacique Seta Branca, o grande Tumuchy, me acolheu com seu amor, que agora jaguar formou seu canto nas alturas em força decrescente chamando na razão seus discípulos. Seta Branca está buscando as suas origens e reunindo no solo sagrado os seus convidados.

 

Por isso que ao ver o meu quadro eu entristeço. Mas como mudar este destino sem manchar de novo um novo amanhecer. Sendo honesto, como disse Seta Branca. HONESTIDADE. Se o espírito não se convencer de sua linha dentro de sua formação a sua identidade será falsificada. Irão reencarnar fora do padrão e serão excluídos da sociedade por serem diferentes.

 

O ajuste na memória astral poderá qualificar o homem e a mulher, não interferindo no sistema reencarnatório. Para isso haverá a necessidade de conhecer os seus desejos, as suas reencarnações e quem os acolherão. Os espíritos estão nascendo com um tampão na memória e só vão acordar depois de assumidos, mas poderá ser tarde demais para se conscientizar.

 

O que eu trago aqui é o registro de lá. Não interfiro no caminho, só tento mostrar a realidade que se impõe sobre as famílias e as nossas cabeças. Uma família desajustada pelo karma receberá os conflitos de espíritos sem procedência. Então tente pelo menos serem obedientes as leis de Deus, dentro do Evangelho Vivo e Resplandecente, Jesus.

 

Não façam nada que desabone suas condutas e seja feliz em Deus Pai Todo Poderoso.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

15.03.2017

Deixe uma resposta